Dr. House – Um Guia para a Vida

Dr. House – Um Guia para a Vida 
Toni de La Torre

0220-20dr20house20um20guia20para20a20vida20-20capa

Descrição: House M.D. É uma das séries que mais faz sucesso na televisão atualmente e isso se deve ao seu protagonista, o Dr. House (interpretado por Hugh Laurie), um médico politicamente incorreto e bonitão que resolve casos que ninguém mais consegue enquanto detona seus pacientes, destila comentários sarcásticos a todos que estão à sua volta (especialmente seus subordinados) e se acha o dono da verdade. Este livro faz um raio X da vida do Dr. House e dá lições práticas de como ser mais parecido com ele e utilizar suas filosofias no seu dia a dia. Você se surpreenderá em como muitas das coisas ditas aqui se encaixam em sua vida e verá que o médico rabugento pode ter razão. O autor não tem a pretensão de ser o dono da verdade (afinal, ele sabe bem que esse é o papel de House), por isso, logo nas primeiras páginas, ele explica:
“Este é um livro de autoajuda, mas será que vai mesmo ser útil? Quantos livros que prometiam a felicidade você comprou anteriormente e acabaram no lixo? Antes de perder tempo e dinheiro na aquisição e leitura deste guia que tem em mãos, responda algumas questões propostas aqui e verifique se precisa mesmo comprá-lo”.


Um livro de ajuda (muito) diferente. Na verdade, totalmente ao contrário, faça exatamente o oposto do que o livro te diz para fazer! Ou apenas leia e de muita risada como eu fiz.
Apesar de classificado como livro de auto ajuda, é na verdade, escrito para fãs do querido personagem Dr House. Por sorte, eu faço parte dessa lista gigante de fãs da série e do personagem e adorei o livro.
Peguei emprestado da minha irmã, que também assistiu a série, confesso que eu provavelmente não compraria, mas me surpreendeu, o livro é engraçado, fala bastante sobre o personagem, cheio de imagens da série, com falas dele nos episódios e até uma comparação com Sherlock!
O livro também tem um teste para ver o quão parecido com House você é, e uma lista de musicas tocadas na série.
Uma leitura rápida e divertida, para matar  um pouco a saudade dessa série que tanto adoramos e relembrar nosso rabugento favorito.
Afinal, a auto ajuda em si, serve para  nos tornarmos mais como ele e vamos dizer a verdade, não é exatamente o que devemos fazer não é?

O livro é demais e super curtinho, recomendo.

Página do livro no skoob.

Anúncios

E não sobrou nenhum.

agatha-christie-and-then-there-were-none-1
E não sobrou nenhum – Agatha Christie
Anteriormente publicado como: “O caso dos dez negrinhos.”

SINOPSE

Dez pessoas diferentes recebem um mesmo convite para passar um fim de semana na remota Ilha do Soldado. Na primeira noite, após o jantar, elas ouvem uma voz acusando cada uma de um crime oculto cometido no passado. Mortes inexplicáveis e inescapáveis então se sucedem. E a cada convidado eliminado, também desaparece um dos soldadinhos que enfeitam a mesa de jantar. Quem poderia saber dos dez crimes distintos? Quem se arvoraria em seu juiz e carrasco? Como escapar da próxima execução?

A rainha do crime, com mais de 60 livros polícias maravilhosos e outros contos, não podia nos deixar algo melhor do que esse livro.
É com toda a certeza o meu preferido dela, já li muitas vezes e não me canso de ler, mesmo sabendo tudo que acontece e até já tendo decorado o poema.
Não leu ainda? Mas que poema?

DEZ SOLDADINHOS SAEM PARA JANTAR, A FOME OS MOVE;
UM DELES SE ENGASGOU, E ENTÃO SOBRARAM NOVE.

NOVE SOLDADINHOS ACORDADOS ATÉ TARDE, MAS NENHUM ESTÁ AFOITO;
UM DELES DORMIU DEMAIS, E ENTÃO SOBRARAM OITO.

OITO SOLDADINHOS VÃO A DEVON PASSEAR E COMPRAR CHICLETE;
UM NÃO QUIS MAIS VOLTAR, E ENTÃO SOBRARAM SETE.

SETE SOLDADINHOS VÃO RACHAR LENHA, MAS EIS
QUE UM DELES CORTOU-SE AO MEIO, E ENTÃO SOBRARAM SEIS.

SEIS SOLDADINHOS COM A COLMEIA, BRINCANDO COM AFINCO;
A ABELHA PICA UM, E ENTÃO SOBRAM CINCO.

CINCO SOLDADINHOS VÃO AO TRIBUNAL, VER JULGAR O FATO;
UM FICOU EM APUROS, E ENTÃO SOBRARAM QUARTO.

QUATRO SOLDADINHOS VÃO AO MAR, UM NÃO TEVE VEZ;
FOI ENGOLIDO PELO ARENQUE DEFUMADO, E ENTÃO SOBRARAM TRÊS.

TRÊS SOLDADINHOS PASSEANDO NO ZOO, VENDO LEÕES E BOIS,
O URSO ABRAÇOU UM, E ENTÃO SOBROU DOIS.

DOIS SOLDADINHOS BRINCANDO AO SOL, SEM MEDO ALGUM;
UM DELES SE QUEIMOU, E ENTÃO SOBROU SÓ UM.

UM SOLDADINHO FICA SOZINHO, SÓ RESTA UM;
ELE SE ENFORCOU,

E NÃO SOBROU NENHUM. 
Este é o poema que está emoldurado no quarto de todos os 10 convidados, de um anfitrião misterioso que não aparece na casa. Além do poema, 10 soldadinhos estão na mesa de jantar.
Um a um, os convidados começam a morrer, exatamente como no poema, ao mesmo tempo em que os soldadinhos vão sumindo da mesa.
Quem está matando?

A primeira vez que li o livro, assim que cheguei na última página, corri para a primeira e comecei a ler tudo de novo. É exatamente isso que todo mundo sente vontade quando termina, você tem a necessidade de ler tudo com outros olhos, é maravilhoso.

Todos que já leram sabem exatamente do que estou falando e porque estou indicando, quem ainda não leu, não tenho muito mais o que falar, é preciso ler e amar por si mesmo.

O livro já foi peça de teatro, inspirou filmes e até uma série de televisão.

Leiam, comentem e indiquem para todos esse ótimo livro.
Espero que gostem!

Aqui a página no skoob.

Os gatos nunca mentem sobre o amor.

1471890_232502596926306_1002601812_n

 Os gatos nunca mentem sobre o amor – Jayne Dillon 

Difícil para falar sobre esse livro, li já faz um tempo e confesso que não era o que eu esperava, mas acabei amando do mesmo jeito.
A história é real e a autora é a mãe de Lorcan, esse garotinho da capa. Essa belezinha no colo dele, é a Jessi-cat a gatinha que transformou a vida desse menino e sua família.
Lorcan é o mais novo dos 3 filhos de Jayne, e tem Mutismo Seletivo, essa doença o impede de falar em situações de estresse, na escola, com médicos e psicólogos.
Quando tudo vai ficando cada vez mais difícil, a família adota Jessi, a gatinha e Lorcan sentem um amor lindo um pelo outro, e é com ela, que ele começa a usar a fala.
Pela autora estar presente em todos os acontecimentos, o livro é bem real, você sabe que é assim que tudo realmente aconteceu, demonstra todo o carinho da família, mas ao mesmo tempo, tem todas as explicações sobre essas doenças tão pouco conhecidas, como o autismo e o mutismo seletivo.
O livro também nos mostra as estratégias que a família junto com a escola criou para conseguir ajudar Lorcan a evoluir.

Sinopse: Lorcan Dillon tinha sete anos quando sua mãe, Jayne, o ouviu dizer “eu te amo” pela primeira vez. As palavras não foram dirigidas a ela, mas à Jessi, seu bichinho de estimação. Lorcan é autista e sofre de mutismo seletivo, uma condição que o impossibilita de falar em determinadas situações, tornando-o incapaz de expressar emoções ou desfrutar do carinho de seus familiares. Ele nunca disse que amava alguém, mas tudo isso começou a mudar com a chegada de uma gatinha filhote chamada Jessi.

Sempre acreditei que os animais de estimação, tem uma forma muito bonita de estar do nosso lado, ajudar e amar infinitamente.
Nesse livro isso fica muito claro, quando Lorcan consegue expressar seu amor por Jessi, mesmo tendo dificuldade em fazer isso até com a própria mãe.

Se você também ama nossos anjinhos de quatro patas, vai se apaixonar por esse livro.

Página do livro no skoob.

Romeu e Julieta.

livro-tragedias-shakespeare-16889-mlb20128815343_072014-f

Romeu e Julieta – William  Shakespeare.

Essa é a capa de um dos que tenho aqui, relíquia esquecida em uma estante de livros na casa da minha avó.
Apesar de saber a história inteira, li de novo assim que ela me deu o livro – e mais algumas vezes depois que já  estava com ele.

Livro antigo, de 1595, mas conhecido por todos.

Duas famílias o tempo todo brigando, em uma época em que a morte era a punição para brigas de rua. Uma menina de apenas 11 anos é a personagem principal, que faz parte da história romântica e trágica.
Romeu e Julieta, são filhos das duas famílias que são inimigas, Romeu tem um amor perdido, e tentando encontrar esse amor, acaba vendo e se apaixonando por Julieta.
Depois da festa em que ele a vê pela primeira vez, Romeu vai atrás de Julieta, na famosa cena da varanda, onde vê a menina declarando seu amor e resolve se casar com ela, apesar da briga entre as duas famílias.
Eles se casam escondido, com ajuda de um Frei.
E ai estamos na cena das mortes, em que um acaba matando o outro, já que naquela época as coisas aconteciam assim, essas partes do livro, ficam maravilhosas quando vistas no teatro.
O príncipe sabendo que Romeu cometeu um assassinato, decide expulsar ele de lá. O pai de Julieta, vendo ela triste manda que ela se case com o Conde Páris, e Romeu, passa a noite no quarto de Julieta onde “consumam” o casamento. (Lembrando aqui que ela tem apenas 11 anos)
Julieta pede ajuda ao Frei para poder ficar com Romeu, e esse da um frasco, com um liquido que deve fazer com que ela se pareça morta, e a ideia é que ela acorde para ficar com Romeu, que vai ser avisado do plano.
Na noite anterior ao casamento, o plano é colocado em ação e dada como morta, a família coloca Julieta na cripta.
A mensagem que deveria avisar Romeu sobre o plano é extraviada, e esse acreditando que Julieta realmente está morta, compra um veneno e vai até a cripta. La encontra com Paris, que acaba assassinando.
Romeu vendo a amada e acreditando que está morta, bebe o veneno. Julieta acorda como planejado, mas vendo que Romeu se matou, se suicida com o punhal dele.
Quando as duas famílias chegam na cripta o Frei conta toda a história proibida de amor dos dois, e as duas famílias se reconciliam pela morte dos filhos.

Apesar da história não ter um final feliz, gosto muito do livro. O modo como Romeu e Julieta conversam, com indiretas e metáforas, dando a possibilidade de guardar a honra, como era chamado na época caso ela não sentisse o mesmo por ele (lembrando  que Romeu encontrou Julieta enquanto procurava por um amor não correspondido).
Mesmo que seja um romance proibido e que hoje em dia a idade seja estranha, Romeu só passa a noite com Julieta depois de se casarem, o que facilita para ganhar o publico e os  leitores.
O livro ainda tem o dilema moral, onde os personagens tem que decidir entre ser fiel ao amor que sentem um pelo outro, ou ser fiel a família.
Muitas pessoas acabam vendo um final feliz, como se todas essa tragédia e a morte dos personagens principais, tivesse que acontecer para as duas famílias finalmente deixarem de ser inimigas.
O amor que Romeu sente por Rosalina, que não quer nada com ele, serve muito para mostrar a diferença do amor que ele passa a sentir por Julieta, que faz com que a gente acredite que o amor dos dois é realmente real e sério.
A peça e o livro, também exploram o feminismo, já que Julieta se recusa a casar com o homem que seu pai escolheu.


Em Verona na Itália, existe a “Casa de Julieta” onde fica uma estátua. É considerado sorte no amor, tocar o seio esquerdo da estátua.


Além do livro, teatro, filmes, histórias em quadrinhos, desenhos animados.. índico tudo relacionado a essa história que é uma das minhas preferidas. (Comam até o doce, porque não?)

 “Estas alegrias violentas têm fins violentos
 Falecendo no triunfo, como fogo e pólvora
 Que num beijo se consomem.”

Romeu e Julieta, Ato II, Cena VI

O Pequeno Príncipe.

Ok, eu sei… Todo mundo já leu (se você ainda não leu, sai daqui agora e vai ler). Mas não tinha como não falar dele aqui. Esse livro está na minha lista de resenhas, porque apesar de ter lido a muito tempo, costumo ler de novo as vezes. É incrível como a nossa percepção da história muda conforme vamos crescendo, a primeira vez que li, era criança e para mim, era só uma história de conto de fadas, de um príncipe conhecendo todos aqueles lugares. Com o tempo passei a entender que são delírios de um adulto no deserto e como tudo que ele fala no livro, é real e faz muito sentido na nossa vida.
O mais interessante é que todas as vezes em que li, passei a gostar um pouquinho mais e tenho certeza, que a próxima vez em que ler, vou gostar mais ainda.

O Pequeno Príncipe –  Antoine de Saint-Exupéry

o-pequeno-prc3adncipe

Sinopse: Um piloto tem uma pane no motor e vai parar no deserto do Saara, quando acorda encontra um principezinho que só quer o desenho de um carneiro, conversando com o príncipe, passamos a conhecer vários personagens interessantes e engraçados, parece só mais um livro infantil, mas na verdade é para adultos, com toda uma sabedoria inclusa nas palavras do autor. Se maravilhe com a história desse adulto, conhecendo uma criança e entendendo que todos nós, precisamos manter nossa criança interna.


Essa imagem é a capa do meu livro, mas existem muitas edições (das quais eu gostaria de ter todas), o livro é de 1943, mas ainda é lido e adorado por todos.

Todos os fãs desse lindo principezinho estão loucos esperando pelo filme,  veja aqui o trailer mais fofo do mundo.

Não deixe de visitar o site  http://www.opequenoprincipe.com/
Da para ler um pouco mais sobre cada personagem, comprar muitas coisas, ver o blog, as redes sociais, os eventos e até jogos.

“É preciso exigir de cada um, o que cada um pode dar.”

Enfim, não é segredo que sou totalmente apaixonada pelo livro, espero que todos leiam e tirem a mensagem importante que o autor nos deixou.

 



Próximas resenhas: 
Romeu e Julieta – Shakespeare
Os gatos nunca mentem sobre o amor – Jayne Dillon
E não sobrou nenhum – Agatha Christie
Dr. House – Toni de la Torre
A maldição do tigre – Collen Houck
God of War – Matthew Stover e Robert E. Vardeman
Em busca do sentido da vida – Augusto Cury
O resgate do tigre – Collen Houck
Quem é você, Alasca? – John Green
O menino dos fantoches de Varsóvia – Eva Weaver
Brida – Paulo Coelho
O poderoso chefão – Mario Puzo
Branca de Neve e o caçador – Hossein Amini, John Lee Hancock, Evan Daugherty e Lily Blake.
No limite da atração – Katie McGarry

Gêmeas.

Primeira postagem de 2016! (super atrasada)

Gêmeas – Mônica de Castro pelo espírito Leonel. 
Não se separa o que a vida juntou.

gc3aameas

Sinopse: A obra traz as histórias das irmãs gêmeas Suzane e Beatriz que, separadas ao nascer, vêem seus caminhos entrelaçados por coincidências aparentemente inexplicáveis, mas que levam à compreensão sobre o intrigante e inteligente sistema de leis que regem os nossos destinos

‘Ninguém pode separar o que a vida juntou. Essa história nos ajuda a compreender que as nossas ilusões do mundo nos cegam e nos distanciam dos verdadeiros valores da vida. Nossos caminhos se entrelaçam para nos levar à experiências que nos revelam a certeza e a perfeição das leis universais’, explica a autora.


Mais um livro espirita, esse foi presente.. não sabia o que esperar quando comecei a ler, mas é impossível não se prender a história e amar.
Com crime e suspense, você torce para as personagens e percebe o quão entrelaçada nossa vida realmente é.
É muito fácil de ler, a autora separa capítulos para contar a história de cada uma das personagens, dando sentido a tudo.
Logo no começo temos uma mistura de sentimentos, com raiva da decisão tomada pelos pais das gêmeas, depois dó de como a trama se desenrolou, mostrando que nossos atos tem consequências aqui mesmo.
Até quem não está acostumado com leituras do gênero espírita consegue entender o livro com facilidade e gostar, a autora soube colocar tudo explicadinho.

O livro me surpreendeu, recomendo a leitura para todos.

Página do livro no  skoob.