Questões do coração.

Sinopse: Tessa Russo é mãe de duas crianças e esposa de um renomado cirurgião pediatra. Apesar dos avisos de sua mãe, Tessa recentemente abriu mão de sua carreira pra se focar na família e na busca da felicidade doméstica. Ela parece destinada a viver uma boa vida.

Valerie Anderson é advogada e mãe solteira de Charlie que tem apenas 6 anos e nunca conheceu o pai. Depois de muitas decepções, ela desistiu do amor – e até mesmo das amizades – acreditando que é sempre mais seguro não ter muitas expectativas.

Embora as duas mulheres vivam no mesmo subúrbio de Boston, elas tem muito pouco em comum além do amor pelos filhos. Mas numa noite, um trágico acidente faz suas vidas se encontrarem de um jeito inesperado.

Em uma história alternativa e com vários pontos de vista, Emily Giffin nos emociona com um livro luminoso em que boas pessoas são pegas em circustâncias insustentáveis. Cada um sendo testado de maneiras que nunca pensaram ser possível. E cada um deles descobrindo o que realmente importa.

Questões-do-Coração.jpg

Emily Giffin como sempre nos surpreende, o livro é todo pela visão dessas duas mulheres tão diferentes e tão parecidas ao mesmo tempo.
Confesso que demorei um pouco mais do que o normal para ler, o livro é totalmente diferente do que eu esperava, mas super valeu a pena terminar.
Do tipo que faz você se apegar aos personagem e ficar com raiva das atitudes erradas, torcer pra coisas que acabam não acontecendo e ficar brava com o que realmente acontece.
O que é certo e o que é errado? O que da para perdoar e o que não da? Quando uma pessoa faz outra sofrer, ela ainda merece ser feliz?

   “Assim, quando o pager do meu marido toca durante o jantar, não me permito ficar ressentida ou mesmo decepcionada. Digo a mim mesma que é apenas uma refeição, uma noite, mesmo sendo nosso aniversário de casamento e a primeira noite que Nick e eu passamos juntos em quase um mês, ou talvez dois. Não tenho nenhum motivo para me chatear, não quando comparo a minha vida com a de alguma outra pessoa que está sofrendo neste mesmo instante. Este não será o momento que terei de relembrar para sempre, pois ainda estou entre os afortunados.”

Não tem muito para colocar aqui sem contar o que acontece no livro, mas é ótimo refletir sobre o quanto vale a sua felicidade e a importância do perdão.

Página no Skoob do livro.

Anúncios

20 dias em coma.

Outro livro espírita, dessa vez do autor Wilson Frugilo Jr.

livro-vinte-duas-em-coma

“Não se movia, não conseguia abrir os olhos, não falava… Mas ouvia tudo. E voltou… VINTE DIAS EM COMA comovente história de amor a nos comprovar que esse sentimento maior pode ser resgatado no coração daqueles que se propuserem a encontrar a felicidade, bastando o mágico toque da humildade, do perdão e da ternura. É o que narra este romance, demonstrando que um exame mais apurado sobre quem somos, e sobre os porquês da vida, pode nos transformar, levando-nos à plena felicidade, dentro dos caminhos da bondade e do amor. O leitor em muito se emocionará com os tocantes surpresas no desenrolar deste livro, onde a temática do intercâmbio entre os dois planos da vida é tratada sob cativante prisma. Enfim, uma obra que nos traz a certeza de que poderemos ser felizes desde que implantemos a felicidade ao nosso redor.”

O livro é emocionante, apesar de simples, daqueles que a gente até sabe o que vai acontecer mas não consegue parar de ler.
O que você faria se pudesse ouvir tudo que as pessoas a sua volta realmente pensam de você? Do seu comportamento?
Acabamos avaliando a nossa vida, as nossas relações e pensando se gostaríamos do que iriamos ouvir, se pensassem que não estávamos escutando.
Assim como o personagem do livro, acredito que todos nós temos algumas mudanças que podemos fazer em nossas vidas, não preciso estar em coma para ter uma grande melhora nas nossas relações diárias.

Veja aqui a página no skoob.
Teaser do romance no youtube.

 

O amor é para os fortes.

Ok, confesso que faz tempo que li esse livro, mas não postei nada aqui sobre muitos livros que li ultimamente..

O amor é para os fortes – Marcelo Cezar (pelo espírito Marco Aurélio)

O Amor é para os Fortes, nos ensina que não existe a relação perfeita, mas sim, a relação possível.

Edgar é um jovem romântico, apaixonado por sua esposa Denise, que não o ama e está emocionalmente envolvida com Leandro, um bem sucedido executivo carioca, casado com Letícia, que só se relaciona com Denise em busca da intimidade que não existe mais em seu casamento.

Por meio de uma história envolvente, passada nos tempos atuais, o romance retrata as ilusões afetivas na busca de uma relação perfeita, e mostra que é na relação possível que a alma vive as experiências mais sublimes, decifra os mistérios do coração e entende que o amor é destinado tão somente aos fortes de espírito.

7167241gg

Vocês já devem ter notado que se trata de um livro espírita, leio muitos livros assim, e quase nunca vejo resenha sobre eles por ai..
O livro me cativou já no começo, daqueles que te faz querer ler um capítulo atrás do outro pra saber logo o que vai acontecer.
Apesar de parecer que você vai tomar lados e gostar mais ou menos de um certo personagem pelos erros que ele comete, não é bem assim.
Eu pelo menos fui me afeiçoando a cada personagem de uma maneira diferente, vendo o lado de cada um deles e entendendo a situação.

Sempre acredite que ao amor não é um conto de fadas ou uma brincadeira de criança, é pra quem decide amar de verdade, se apaixonar é fácil, mas amar requer muitos sacrifício e algumas dores pelo caminho.. o livros nos mostra exatamente que para amar de verdade, é preciso aceitar a pessoa como ela é, entender todos os motivos que levam ela a ser assim e acima de tudo, superar os obstáculos juntos, é uma guerra que precisa ser vencida com muito amor.

Nem preciso dizer que fiquei apaixonada pelo livro. Assim que terminei já indiquei para outras pessoas e quis ler de novo.

O livros tem 400 páginas e é da editora Vida e Consciência.

Veja a página do livro no skoob.
Veja também o site do autor.